• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
Vettel e Red Bull demasiados fortes
Publicado em 22.Apr.2013
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

O domínio de Sebastien Vettel no Grande Prémio do Barém, quarta prova do Mundial, veio deixar bem claro que a Red Bull continua a ter o carro mais rápido do plantel e o RB9 mantém-se, para já, como a referência deste Mundial’2013. Foi o 28º triunfo do jovem alemão e o 36º da equipa das bebidas energéticas que já entrou para a história da Fórmula 1 como a quinta melhor de todos os tempos, o que é verdadeiramente notável, se atendermos a que se estreou em 2005 no GP da Austrália…

Vettel e o Red Bull destacaram-se desde o início face à concorrência, protagonizada por Nico Rosberg (Mercedes) e Fernando Alonso (Ferrari), mas se ambos tiveram problemas, a verdade é que o líder do campeonato nunca teve dificuldades em impor o seu ritmo lá na frente, para acabar destacado dos dois Lotus Renault de Kimi Raikkonen e Romain Grosjean. A equipa francesa voltou a dar excelente conta de si, fazendo, tal como o vencedor, uma boa gestão dos pneus, matéria que continua a ser alvo de críticas no paddock.

A própria Red Bull considera que a Pirelli está a fornecer pneus com composto demasiado macios, o que obriga a um elevado número de paragens nas boxes durante a corrida, mas é pouco provável que a marca italiana venha a proceder a alterações significativas até ao termo da época em curso. Esta terça-feira está agendada uma reunião entre as equipas e a Pirelli, para ser feito o balanço das quatro primeiras corridas do Mundial, prevendo-se que nada de muito relevante venha a ser definido.

A estratégia da escolha e gestão dos pneus, em igualdade de circunstâncias, durante as corridas tem sido um dos desafios colocados a equipas e pilotos, contribuindo, também, para conferir emoção às corridas.

Aguardemos pelas cenas dos capítulos seguintes…sendo que a próxima prova será a primeira de 2013 na Europa, o Grande Prémio de Espanha, em Montmeló (Barcelona), a 12 de maio.

 

Mundial de Pilotos

1º Sebastien Vettel, 77 pontos

2º Kimi Raikkonen, 67

3º Lewis Hamilton, 50

4º Fernando Alonso, 47

5º Mark Webber, 32

6º Felipe Massa, 30

7º Romain Grosjean, 26

8º Paul Di Resta, 20

9º Nico Rosberg, 14

10º Jenson Button, 13 

Mundial de Construtores

1º Red Bull, 109 pontos

2º Lotus Renault, 93

3º Ferrari, 77

4º Mercedes, 64

5º Force Índia, 26

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios