• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
MotoGP: Rossi “aconselha” Márquez para a F.1
Publicado em 27.Aug.2013
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

O domínio de Marc Márquez no Mundial de MotoGP começa a acentuar-se, mesmo se esta é a primeira época do piloto catalão da categoria rainha do motociclismo e em Brno, na República Checa, conquistou a sua quinta vitória do ano e quarta consecutiva. De tal modo que Valentino Rossi afirmou, em tom irónico, esperar que Márquez mude de modalidade e… deixe o MotoGP, sugerindo-lhe a Fórmula 1.

A adaptação à Honda continua em crescendo e depois do que se viu na corrida, em que esteve no centro das atenções, na sequência do duelo com Jorge Lorenzo e o seu colega Dani Pedrosa, para, em ocasiões distintas, não lhes dar hipótese, arrancando rumo à vitória, poucos acreditam que venha a perder a embalagem na liderança do campeonato. Restam sete corridas, mas o jovem Márquez tem revelado uma eficácia crescente, em todos os capítulos, face aos experientes Pedrosa e Lorenzo, sendo que este último, agora somando menos 44 pontos, parece cada vez mais longe da discussão do título.

“Não esperava esta vitória, porque tanto o Jorge Lorenzo como o Valentino Rossi fizeram um teste aqui e o Dani Pedrosa sempre andou bem neste traçado de Brno e até ganhou em 2012…”, declarou, no final, Márquez, que o veterano Valentino Rossi já considera imbatível… e até faz votos para que ele opte por outra modalidade.

“Não sei se [Marc Márquez] é mais forte que Lorenzo, mas a verdade é que guia a Honda de uma maneira fabulosa. Neste momento, o duo Honda-Márquez é imbatível. Por isso espero que mude de modalidade rapidamente. E que decida ir para a Fórmula 1…”

A próxima prova será o Grande Prémio de Inglaterra (30 agosto/1 setembro). 

Classificação após a 11ª das 18 provas do Mundial

1º, Marc Márquez (Honda), 213 pontos

2º, Dani Pedrosa (Honda), 187

3º, Jorge Lorenzo (Yamaha), 169

4º, Valentino Rossi (Yamaha), 143

5º, Cal Crutchlow (Yamaha), 127 

Moto3: Miguel Oliveira a perder terreno

A equipa indiana Mahindra não passa por um bom momento e Miguel Oliveira voltou a sentir grandes dificuldades na corrida de Moto3, não conseguindo, depois de uma dura batalha com a concorrência, melhor do que o nono lugar. Numa prova ganha pelo espanhol Luís Salom (KTM), que teve o seu compatriota Maverick Viñales (KTM) e o alemão Jonas Folguer (KTM) nos lugares mais baixos do pódio, Oliveira dificilmente poderia ter andado mais rápido, como explicou:

“Desde o início do primeiro treino que tivemos problemas com a afinação da moto. Não conseguimos encontrar o nosso caminho neste circuito e, para já, a conclusão é que temos um problema no chassis. A nossa moto tem um atraso de quatro anos face aos nossos adversários, mas há que trabalhar para melhorá-la…”

Classificação após a 10ª das 17 provas do Mundial

1º, Luís Salom (KTM), 208 pontos

2º, Maverick Viñales (KTM), 194

3º, Alex Rins (KTM), 180

4º, Jonas Folguer (KTM), 110

5º, Alex Marquez (KTM), 101

6º, Miguiel Oliveira (Mahindra), 84

7º, Jack Miller (Honda), 56

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios