• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
MotoGP: Marc Marquez herói e mau da fita
Publicado em 01.Oct.2013
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

O jovem Marc Marquez voltou a fazer a festa, desta vez no Grande Prémio de Aragão, em Espanha, ao somar a sua sexta vitória da temporada no Mundial de MotoGP e consolidando a liderança do campeonato. Deste vez, porém, o estreante na classe rainha que é já considerado o último prodígio do motociclismo, não fez apenas o papel de herói no filme rodado na pista de Alcañiz, acumulando-o com o de mau da fita, pelo menos para o seu colega de equipa da Honda, Dani Pedrosa. É que uma manobra de Marquez esteve na origem da queda, e consequente final de corrida, daquele último.

“Há pilotos que não respeitam as normas de conduta. Não corres sozinho, a pista não é só tua…”, afirmava um irritado Pedrosa, referindo-se ao colega de equipa, acrescentando, para recordar o sucedido:

“Marquez estava demasiado agressivo, passou a travagem, tentou evitar-me, mas tocou-me por trás”.

Marquez ganhou a prova na frente dos dois pilotos da equipa oficial da Yamaha, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, mas não da maneira que desejava, face ao sucedido com Pedrosa.

“Ao travar, a roda dianteira bloqueou um pouco e tive que soltar os travões, mas quando vi que ia demasiado depressa quis seguir pelo lado exterior para não provocar uma situação de maior perigo. Foi, então, que dei um pequeno toque com o braço em Dani [Pedrosa]. Claro que este tipo de situações me deixam aborrecido, porque são coisas que nunca acontecem, mas eu escolhi a opção que me parecia mais segura”, fez questão de sublinhar o líder do Mundial de Moto GP.

Sem esconder o seu desconforto pela reação do seu colega Pedrosa, Marquez ainda disse:

“Se eu tivesse escolhido o interior da curva, entenderia as queixas de Dani. Quando vi o perigo, preferi levantar a moto a seguir a direito, para apenas ser eu a perder tempo. Grande azar. Foi uma coisa muito estranha. Não foi um toque agressivo ou com intenção”.

Já depois do final da corrida, a Honda fez questão de esclarecer que a situação ocorrida entre os seus dois pilotos tivera origem na falha de um sensor do controlo de tração da moto de Marc Marquez no momento da travagem, o que a levou a ter uma reação brusca.

Agora, com 39 pontos de vantagem na frente do campeonato face a Jorge Lorenzo, Marquez apenas terá, nas restantes quatro provas, que não se distrair demasiado…a começar já pelo GP da Malásia, em Sepang, no fim de semana de 12 e 13 de outubro.

Classificação do Mundial de MotoGP após a 14ª das 19 provas:

1º, Marc Marquez (Honda), 278 pontos

2º, Jorge Lorenzo (Yamaha), 239

3º, Dani Pedrosa (Honda), 219

4º, Valentino Rossi (Yamaha), 185

5º, Cal Crutchlow (Yamaha), 156 

 

Moto3 : Miguel Oliveira ao melhor nível

Mesmo não dispondo de um moto [Mahindra] tão competitiva quanto as KTM, Miguel Oliveira esteve ao seu melhor nível na prova aragonesa, conseguindo um brilhante quinto lugar, depois de um despique aceso pela quarta posição com o líder do Mundial, Luís Salom. Como se previa, à semelhança do que tem vindo a suceder no campeonato, os pilotos espanhóis dominaram a corrida, com Alex Rins no lugar mais alto do pódio, secundado por Maverick Viñales e Alex Marquez.

“Sabia que a corrida ia ser muito dura. Parti bem, mesmo assim não foi possível alcançar os primeiros na volta inicial, o que me deixou a três segundos na primeira passagem pela meta. Numa pista com retas tão longas, a falta de aspiração não permite andar rápido e claro que se torna impossível alcançar o grupo da frente quando rodamos com o mesmo tempo”, explicou o piloto português.

Miguel Oliveira não escondeu a sua satisfação pelo quinto lugar, já que reduziu a desvantagem para o alemão Jonas Folger.

“Na parte final da corrida, a superioridade da KTM do Luís Salom venceu-me, mas saio satisfeito por consolidar um pouco a minha sexta posição no campeonato e recuperar pontos para o quinto classificado”. 

Classificação do Mundial de Moto3 após a 13ª das 17 provas:

1º, Luís Salom (KTM), 259 pontos

2º, Alex Rins (KTM), 250

3º, Maverick Vinales (KTM), 247

4º, Alex Marquez (KTM), 149

5º, Jonas Folger (KTM), 129

6º, Miguel Oliveira (Mahindra), 115

7º, Jack Miller (Honda), 79

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios