• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
Miguel Oliveira: diploma de qualidade
Publicado em 16.Oct.2013
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

Simplesmente fantástico é como se pode adjetivar o desempenho de Miguel Oliveira (à direita na foto) na corrida de Moto3 no Grande Prémio da Malásia, que culminou com a conquista de um lugar no pódio (terceiro) no melhor resultado da época. O jovem piloto português da Mahindra deu mostras daquilo que é capaz numa pista que se adaptava bem às caraterísticas da moto indiana e, por outro lado, o que atesta a sua qualidade, soube tirar partido da luta fraticida entre os pilotos espanhóis protagonistas da discussão dos primeiros lugares no campeonato.

Oliveira largou da quarta posição da grelha, mas um problema com a ativação do sistema launch control da moto fê-lo perder muitas posições no arranque. Contudo, não baixou os braços, para a partir daí fazer uma recuperação sensacional e assinar, até, depois da terceira passagem pela linha de meta, aquela que ficaria como a volta mais rápida da corrida.

“O esforço extra desenvolvido para recuperar posições fez com que gastasse os pneus mais cedo, comprometendo a parte final da corrida…”, comentou, no final, Oliveira, a grande figura de uma prova ganha por Luís Salom, líder do campeonato, face a Alex Rins, ambos com as KTM.

Refira-se que em apenas duas voltas Miguel Oliveira saltou para a quinta posição, quando tinha mais 14 pela frente até ao baixar da bandeira xadrez. O terceiro lugar final constitui um prémio justo para o trabalho desenvolvido e seguramente que abre novas perspetivas, em termos de futuro, ao piloto português.

“As próximas corridas, atendendo às caraterísticas dos circuitos e à luta pelo título entre vários pilotos, podem ser-me favoráveis para conseguir um novo pódio…”, antevê o piloto da Mahindra.

A próxima prova do campeonato decorre já este próximo fim de semana (18/20 de outubro), na pista australiana de Phillip Island.

Classificação após a 14ª das 17 provas do Mundial de Moto3:

1º, Luís Salom (KTM), 284 pontos

2º, Alex Rins (KTM), 270

3º, Maverick Viñales (KTM), 258

4º, Alex Marquez (KTM), 162

5º, Jonas Folger (KTM), 137

6º, Miguel Oliveira (Mahindra), 131

7º, Jack Miller (Honda), 89

 

MotoGP: Marc Marquez no rumo certo…

No regresso de Dani Pedrosa (Honda) às vitórias, o que sucedeu esta época pela terceira vez, o seu colega e líder do campeonato de MotoGP Marc Marquez voltou a estar em evidência para somar a segunda posição do pódio, na frente de Jorge Lorenzo (Yamaha) e aumentar o seu pecúlio no topo da tabela classificativa.

Calculista, Marquez, autor da “pole position”, fez a corrida possível de acordo com os seus objetivos e chega à Austrália com 43 pontos de vantagem face a Lorenzo, não necessitando, nas três provas que restam, de… vencer, mesmo que o seu rival as ganhe todas.

Classificação após a 15ª das 18 provas do Mundial de MotoGP:

1º, Marc Marquez (Honda), 298 pontos

2º, Jorge Lorenzo (Yamaha), 255

3º, Dani Pedrosa (Honda), 244

4º, Valentino Rossi (Yamaha), 198

5º, Cal Crutchlow (Yamaha), 166

6º, Álvaro Bautista (Honda), 136

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios