• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
Max Verstappen: piloto de F.1 aos 17 anos
Publicado em 28.Aug.2014
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

A Fórmula 1 está cada vez mais precoce e poucos imaginariam que um jovem ainda imberbe pudesse ser nomeado já piloto para o próximo ano, quando, em 2014, ainda só está quase na reta final da sua primeira época em monolugares (Fórmula 3). Em 2015 é certo e sabido que Max Verstappen, um miúdo holandês que por acaso nasceu na Bélgica, vai ser piloto da Toro Rosso – a segunda equipa da toda poderosa Red Bull –, substituindo Jean Eric Vergne, que aos 24 anos cumpre a sua terceira época naquela equipa. Ocupa atualmente o 13º lugar no Mundial, somando 11 pontos amealhados na Austrália, Canadá, Inglaterra e Hungria, mas vai perder o seu lugar.

Foi no passado dia 18 de Agosto que a Red Bull, com uma antecedência pouco habitual nestas andanças, anunciou a entrada na Fórmula 1 em 2015 do seu mais recente elemento do Red Bull Júnior Team. Mesmo antes, curiosamente, de Max ter oportunidade de testar um dos monolugares da equipa para ver as diferenças face ao Dallara F312 com motor Volswagen da equipa Van Amersfoort Racing que guia esta época no Europeu de Fórmula 3 e no qual ocupa a segunda posição, a 77 pontos do francês Esteban Ocon, quando restam duas jornadas para o termo da temporada.

“Desde os meus 7 anos de idade que a Fórmula 1 era a minha meta, o meu objetivo. Esta oportunidade na Toro Rosso é um sonho realizado”, disse o jovem Max Verstappen, agora com 16 anos. Apenas irá completar 17 no próximo dia 30 de Setembro, idade com que vai estrear-se no Mundial de F.1 de 2015.

A Red Bull, que sempre teve uma postura diferente e, por vezes, agressiva em termos de marketing, acredita cegamente no potencial de Max, filho de Jos Verstappen – ex-piloto da Benetton, Simtek, Footwork, Tyrrell, Stewart, Arrows e Minardi, com 106 GP e dois pódios –, que ficou célebre pelo pavoroso incêndio do seu Benetton nas boxes do GP da Alemanha de 1994, e de Sophie Kumpen, ex-piloto de sucesso no karting.

O miúdo cedo foi lançado nas competições e no segundo ano de karting, aos 8 anos, começava a colecionar títulos, primeiro na Bélgica e depois na Holanda.

Esta temporada venceu o Masters de F.3 em Zandvoort, na Holanda, e obteve um registo de seis vitórias consecutivas no Europeu, antes de se tornar estrela mediática no recente Grande Prémio da Bélgica de F.1, em Spa-Francorchamps, depois de a Red Bull o ter anunciado como piloto da Toro Rosso para 2015.

Os dez estreantes mais jovens na Fórmula 1

1 – Jaime Alguersuari (Espanha), 19 anos, 125 dias (GP da Hungria 2009)

2 – Mike Thackwell (Nova Zelândia), 19 anos, 182 dias (GP do Canadá 1980)

3 – Ricardo Rodriguez (México), 19 anos, 208 dias (GP de Itália 1961)

4 – Fernando Alonso (Espanha), 19 anos, 218 dias (GP da Austrália 2001)

5 – Esteban Tuero (Argentina), 19 anos, 320 dias (GP da Austrália 1998)

6 – Chris Amon (Nova Zelândia), 19 anos, 324 dias (GP da Bélgica 1963)

7 – Daniil Kvyat (Rússia), 19 anos, 324 dias (GP da Austrália 2014)

8 – Sebastien Vettel (Alemanha), 19 anos, 349 dias (GP dos Estados Unidos 2007)

9 – Eddie Cheever (Estados Unidos), 20 anos, 53 dias (GP da África do Sul 1978)

10 – Jenson Button (Inglaterra), 20 anos, 53 dias (GP da Austrália 2000)

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios