• Facebook
  • Google Plus
  • Apple
  • Android
  • Mobile
  • RSS
F1: Mercedes na mó de cima
Publicado em 31.Mar.2014
Seja o primeiro
a comentar
este artigo.

O início da temporada de Fórmula 1 está a correr de feição para a Mercedes, que na Malásia repetiu a vitória alcançada na Austrália, com a diferença a incidir no nome do piloto, pois se na abertura do Mundial foi Nico Rosberg a subir ao lugar mais alto do pódio, agora coube ao seu colega Lewis Hamilton manter os “flechas de prata” na mó de cima. Em ano de alterações profundas no regulamento, e para o qual todos partiram em igualdade circunstâncias, já que foi necessário começar do zero… não passaram despercebidas as dificuldades da Red Bull, bem distante da superioridade evidenciada nos anos anteriores.

Na corrida malaia, porém, o tetracampeão Sebatien Vettel já pôde dar um ar da sua graça, para terminar no pódio (3º lugar), atrás dos dois pilotos da Mercedes, enquanto o seu colega Daniel Ricciardo voltou a não ter a sorte pelo seu lado. É que depois de ter sido desclassificado do segundo lugar conquistado na corrida de Melbourne, por, alegadamente, o seu monolugar ter consumido mais combustível que o regulamentado – máximo de 100 kg por cada hora de prova –, infração que a Red Bull contestou mediante a apresentação de um recurso, considerando errados os cálculos da FIA (Federação Intern acion al do Automóvel), agora tudo lhe correu mal numa mudança de pneus. Um roda mal apertada pelos mecânicos na boxe esteve na origem da desistência forçada, a que se junta um castigo a cumprir na próxima corrida, com a perda de dez lugares na grelha de partida do GP do Barém.
Fernando Alonso (Ferrari), tal como o britânico Jenson Button (McLaren), voltou a terminar perto do pódio, ficando claro que pelo menos em matéria de fiabilidade os monolugares da escuderia se encontram na linha da frente.
Nota de destaque, ainda, para os estreantes Kevin Magnusson (McLaren) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) que à semelhança do sucedido na prova de abertura da época terminaram de novo em lugares pontuáveis.
No próximo do domingo (6 abril), a coincidir com o termo do Rali de Portugal, a F.1 estará de volta, com o GP do Barém.

Mundial de Pilotos apó a 2ª das 19 provas do Mundial
1º, Nico Rosberg (Mercedes), 43 pontos
2º, Lewis Hamilton (Mercedes), 25
3º, Fernando Alonso (Ferrari), 24
4º, Jenson Button (McLaren), 23
5º, Kevin Magnusson (McLaren), 20
6º, Nico Hulkenberg (Force India), 18
7º, Sebastien Vettel (Red Bull), 15
8º, Valteri Bottas (Williams), 14
9º, Kimi Raikkonen (Ferrari), 6
10º, Felipe Massa (Williams), 6

Construtores
1º, Mercedes, 68 pontos
2º, McLaren, 43
3º, Ferrari, 30
4º, Williams, 20
5º, Force India, 19

Envie o seu comentário

Todos os comentários que colocar mostram o seu nome. Ao enviar um comentário está a aceitar os nossos Termos e Condições.

*Campos obrigatórios